Roteiro Bratislava – Tudo que você precisa saber para a sua viagem!

Bratislava, a linda capital da Eslováquia, entrou na minha rota por acaso, quando decidimos conhecer um pouco mais do leste europeu e eu simplesmente adorei a cidade! E é por isso que hoje eu vou compartilhar muitas dicas e sugestões do que ver e fazer por lá para te ajudar a organizar o seu roteiro por Bratislava.

| EXTRA: Caso queira fazer um tour guiado em português por lá, me avisa!

Localizada no sudoeste do país, nas margens do rio Danúbio, Bratislava combina história, cultura e beleza natural. Contudo, essa charmosa capital européia fica na sombra das famosas e imponentes Viena ( capital da Austria – 78km de distancia), Budapeste ( capital da Hungria – 196km) e Praga ( República Tcheca – 324km). O que faz com que muitas vezes nem seja notada na hora de elaborar o roteiro de viagem. Um grande erro!

Bratislava tem uma história rica que remonta a milênios, com influências celtas, romanas, húngaras, austríacas e eslovacas. Foi a capital da Hungria por um período significativo, desempenhou um papel importante na história da Europa Central e é a única capital do mundo que faz fronteira com dois outros países.

Embora seja possível fazer um bate-volta para conhece-la, eu recomendo passar pelo menos uma noite por lá. Bratislava é um centro cultural vibrante, com muitos museus, galerias de arte e teatros. Tem um centro histórico charmoso com ruas de paralelepípedos, edifícios coloridos e praças pitorescas. E é uma cidade para ser vivida com calma, ter tempo para apreciar as estátuas, entrar nas lojinhas, sentar em um café aconchegante e curtir o movimento.

Informações Úteis

Documentação: A Eslováquia faz parte do Tratado de Schengen, sendo brasileiros precisam apresentar um passaporte com validade mínima de 6 meses, ter contratado seguro viagem e a partir de 2024 brasileiros precisarão emitir o ETIAS. Veja aqui a documentação completa de viagem.

Seguro Viagem:
Europa
Intermac I60 Inter (exceto EUA) +Covid-19 Intermac I60 Inter (exceto EUA) +Covid-19
Assistência médica USD 60.000
Bagagem extraviada USD 750 (SUPLEMENTAR)
*Valor referente a 7 dias de viagem.
AC 35 EUROPA (Exceto EUA) COVID-19 AC 35 EUROPA (Exceto EUA) COVID-19
Assistência médica EUR 35.000
Bagagem extraviada EUR 1.200
*Valor referente a 7 dias de viagem.
UA 40 EUROPA (exceto EUA) COVID-19 UA 40 EUROPA (exceto EUA) COVID-19
Assistência médica USD 40.000
Bagagem extraviada USD 200 (SUPLEMENTAR)
*Valor referente a 7 dias de viagem.

Idioma: Eslovaco

Moeda: Euro

Fuso horário: GMT+2, (4h a mais que o Brasil)

Voltagem: 220 volts

Tomada: dois Tipo E, com dois pinos paralelos

Melhor época para viajar para Bratislava

A Eslováquia, assim como a maioria dos países europeus,  possui as quatro estações bem definidas. Portanto, o inverno é bem frio, com temperaturas abaixo de zero, especialmente em janeiro e fevereiro. E o verão tem dias longos, com muitas horas de sol, porém com temperatura agradáveis que variam de 15°C a 27°C. Contudo, eu sempre recomendo e opto por viajar durante a primavera (maio e junho) e inicio do outono (setembro e outubro). Isso porque as temperaturas ainda são amenas, há menos turistas do que no verão e as cores na natureza ficam ainda mais lindas.

Um pouco de história

Antes de começar a elaborar o seu roteiro de Bratislava, vale a pena saber uma parte importante da história do país:

Conhecido até 1993 como Tchecoslováquia, tornou-se um país independente em uma separação amigável com seus vizinhos tchecos. E assim como grande parte dessa região da Europa, também fez parte do império austro-húngaro.

Teve décadas de regime comunista e sofreu invasão dos nazistas na Segunda Guerra Mundial. E apenas em 2004 entrou para a União Européia.

Como ir para Bratislava

Conforme comentei no começo do texto, Bratislava está bem pertinho de Viena e Budapeste, por isso é fácil chegar na capital da Eslováquia por elas.

Você pode ir de ônibus, trem e avião, mas já adianto que a opção mais barata para quem vem de Viena ou de Budapeste é ônibus. Por menos de 10 euros você acha passagens e a viagem dura cerca de 1h30 de Viena e 2h40 de Budapeste.

Além disso, se você está saindo de Viena, tem mais uma opção: barco! Eu não fiz, pois estava de carro, mas acho que deve ser bem legal. Pois você vem pelo Danúbio e a paisagem deve valer super a pena. Eu achei esse site, mas tem outros caso queira pesquisar mais.

Roteiro Bratislava

Com 427 mil habitantes, a capital da Eslováquia é, também, a maior cidade do país. Contudo, o centro é pequeno, todas as atrações de Bratislava ficam próximas umas das outras, por isso é possível fazer tudo a pé. Mas caso não queira andar muito, tem opção de transporte público que chegam pertinho dos principais pontos turísticos ou então contratar um tour de “trenzinho” na cidade.

O que não pode ficar fora do seu roteiro por Bratislava:

Praça Hviezdoslavovi

Uma enorme praça que recebeu o nome em homenagem ao maior poeta do país: Pavol Országh Hviezdoslav. Aqui você encontra cafés, restaurantes, feirinha de artesanato e o Teatro Nacional Eslovaco, um lindo edifício da época do império austro-húngaro.

A praça se estende até próximo à margem do Danúbio, onde você encontrará a estátua do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, o famoso escritor de contos infantis, que criou os contos “A Pequena Sereia” e “A Rainha da Neve”. Diz a lenda que ele se encantou tanto com Bratislava que a chamou de “cidade dos contos de fadas”.

Catedral de São Martinho

Com 85 metros de altura, essa impressionante igreja gótica do século XIII, é a maior e uma das mais antigas igrejas de Bratislava. A torre é coroada por uma réplica da coroa húngara apoiada em um travesseiro dourado.

A catedral tornou-se a igreja da coroação dos soberanos do Reino da Hungria em 1563. Ao todo, onze coroações ocorreram aqui, incluindo a de Maria Teresa da Áustria.

Se você se atentar ao chão em frente a porta, encontrará alguns paralelepípedos com coroas douradas. Se você os seguir, fará o trajeto que os coroados faziam naquela época. Eles o levarão até o castelo.

Ponte UFO

O nome verdadeiro da ponte é SNP, mas foi rapidamente apelidada de UFO, sigla em inglês para Objeto Voador Não Identificado. Apelido digno, afinal é impossível não imaginar um disco voador ao olhá-la. construída durante os anos 70, e na época era uma das construções mais modernas do mundo, pois foi uma das primeiras pontes a empregar o modelo de “ponte estaiada”.

No alto da ponte, – no disco voador, para ficar mais fácil, rs – funciona um restaurante com uma bela vista da cidade. Caso queira jantar por lá, reserve antes. Também é possível subir somente para admirar a vista, basta pagar € 9,90. Veja aqui mais informações.

| DICA: A ponte é facilmente notada, mas mas melhores vistas são da lateral da catedral e ao subir no castelo.

Vale a pena contar que para a construção da ponte foi demolido parte do centro histórico, principalmente a parte que formava o núcleo judaico da cidade. Na parede do viaduto, pertinho da Catedral, é possível ver o desenho da antiga sinagoga que ali ficava. Atualmente, um monumento com o formato da Estrela de Davi se encontra no local onde ficava o edifício.

Hlavné Namestie 

A praça principal da cidade e o coração do centro histórico de Bratislava.

Uma praça cercada por edifícios coloridos, cafés, restaurantes e uma atmosfera encantadora. Além da Catedral de São Martinho, há outros destaques ali como a famosa Fonte de Rolando de 1572, construída a mando do rei Maximiliano II. O chafariz era uma forma de fornecer água pública à população. Hoje é o ponto de encontro de muitos locais durante a noite. Eles brincam que se Bruxelas tem um Manneken Pis, eles tem quatro.

O Museu da Cidade, que era a antiga prefeitura da cidade – Old Town Hall – com sua torre amarela de 1370. O museu, como o nome mesmo já diz, conta a história da cidade. Caso não queira entrar no museu, outra opção é subir na torre do Old Town Hall, para apreciar Bratislava de cima.

O Antigo Mercado, um edifício histórico com barracas que vendem produtos locais, artesanato e alimentos tradicionais. É um lugar interessante para experimentar a cultura local.

E a Estátua do soldado de Napoleão, que esteve com seu exército em Bratislava no ano de 1805. Diz a lenda, que o soldado francês se apaixonou por uma garota da cidade e por lá ficou. A graça é que ele está debruçado em um banco da praça, dando as costas a embaixada da França, não sei se era intencional ou não, eu só sei que não pude ver a estátua quando fui, pois infelizmente alguns turistas quebraram parte dela e ela estava sendo restaurada.

E por falar em estátuas…

Outras duas estátuas bastante conhecidas, e que não podem ficar de fora do seu roteiro de Bratislava, são a do Schöne Náci e do Cumil, a mais famosa da cidade. Basta virar a esquerda na fonte que achará as duas.

Schöne Náci

Logo na esquina da praça você vai se encontrar com um tipo famoso na cidade, o Schöne Náci. Ele teria vivido em Bratislava no início do século 20, caminhava pela cidade com trajes elegantes e sempre saudava todos com seu chapéu. É a única estátua que representa alguém real e que é prateada. Todas as outras são de bronze.

Cumil (O Observador)

Na esquina da rua Panská com a Laurinská fica a estátua mais famosa de Bratislava, cuidado para não tropeçar nela. Trata-se de um homem saindo de um bueiro, observando a rua.

A placa ao lado da estátua diz: Man at Work, pois era um trabalhador comunista. Ele está sorrindo, alguns dizem que era porque gostava do seu trabalho e outros dizem que ele gostava mesmo era de olhar por baixo das saias da mulherada, e dai o sorrisinho.

Os guias locais brincam que quem passar a mão na cabeça de Cumil ficará muito rico. E que, caso queira engravidar, é só passar a mão no nariz dele. É óbvio que todo mundo entra na brincadeira e por isso são as partes mais brilhantes da estátua.

Porta de São Miguel

Na Idade Média Bratislava era uma cercada por muros e possui quatro portões de acesso. O único que restou é o St Michael`s Gate. Construído no século 12, era onde os reis faziam o juramento da coroação e hoje é o Museu da Fortificação Medieval.

Castelo de Bratislava

O Castelo que coroa a cidade é um dos pontos mais icônico e imperdível do seu roteiro por Bratislava. Além de ser castelo mais importante do país.

No passado, o local foi muito importante na defesa da cidade, pois fica localizado em um ótimo ponto estratégico. Em 1809 sofreu um terrível incêndio que o deixou em ruínas por meio século. Após isso passou por uma intensiva reforma e agora está como novo e branquinho lá no alto da colina.

O castelo possui 4 torres, sendo uma delas, a mais antiga, construída no século XIII. Dentro do prédio fica o Museu Nacional Eslovaco, um dos museus mais importantes do país, onde pesquisas históricas são feitas. Além disso, no museu é possível ver exposições sobre história e música eslovaca.

Apesar de toda história e imponência, para mim a melhor parte de visitar o Castelo de Bratislava foi a vista lá do alto. É possível ver as fronteiras com a Áustria e Hungria, admirar o Danúbio e a cidade. Achei lindo!

Igreja azul

Um pouco fora do centro histórico fica a igreja conhecida popularmente como Igreja Azul (o nome real é Igreja de Santa Isabel), uma das edificações mais lindas de Bratislava. A igreja tem esse nome por suas fachadas pintadas de azul. Em dias ensolarados, seu revestimento se confunde com o céu, num visual muito bonito.

Foi construída no estilo art nouveau no início do século XX. Seu interior é bem simples e também abriga bancos de madeira azuis. Vale a visita, é uma igrejinha muito linda!

Palácio de Grassalkovich

Este palácio construído em 1760 pelo Conde Anton Grasslkovich, presidente da Câmara Real Húngara e conselheiro da Imperatriz Maria Theresa, é a residência oficial do presidente da Eslováquia. Seu jardim barroco é aberto ao público.

Parque Sad Janka Kráľa

Um parque tranquilo e pitoresco com jardins bem cuidados, perfeito para um passeio relaxante.

Castelo de Devín

O Castelo de Dévin não fica em Bratislava, mas em Devín, aproximadamente a meia hora de ônibus da capital eslovaca. Caso seu roteiro por Bratislava inclua um segundo dia, vale considerar um bate e volta até o castelo, que fica bem no encontro do rio Danúbio com o rio Morava. Um visual bem bonito!

Dévin é um dos castelos mais antigos do país e é muito conhecido pelas fotos de sua solitária torrezinha na borda do rio, chamada de a Torre da Donzela. Ao contrário da aparência do Castelo de Bratislava, o Castelo de Devín possuí um visual mais rústico e de ruínas. Isso devido a sua idade, primeira vez descrito em 864, e ao ataque das tropas de Napoleão, em 1809.

Onde se hospedar em Bratislava

A escolha de onde se hospedar em Bratislava dependerá de seus interesses, necessidades e orçamento. A boa notícia é que Bratislava oferece uma variedade de opções de hospedagem para atender a diferentes orçamentos e preferências, veja:

  1. Centro Histórico (Staré Mesto): O lugar mais recomendado para os turistas, principalmente porque a maioria das atrações estão ali, além da variedade de restaurantes, bares e galerias de arte. No entanto, a desvantagem é que a média de preços de hotéis é mais alta que em outros lugares.
  2. Petržalka: Do outro lado do rio Danúbio, o bairro de Petržalka oferece acomodações mais acessíveis e é uma opção se você estiver viajando com um orçamento mais restrito. É bem conectado ao centro da cidade por transporte público.
  3. Ružinov: Esta área é um pouco afastada do centro histórico, mas oferece uma variedade de hotéis de grandes redes e opções de hospedagem mais modernas. É uma escolha boa se você procura acomodações mais modernas e espaçosas.
Booking.com

Qual a melhor forma de se locomover em Bratislava

Caso opte por se hospedar no centro histórico, possivelmente fará tudo caminhando, contudo, vale a pena saber que o sistema de transporte público integra ônibus e bondes elétricos e o preço da passagem varia de € 0,70, para tíquetes com validade de 15 minutos, e € 4,50, para bilhetes de 24h.

O Uber funciona na Eslováquia, assim como o Bolt. E facilmente você encontrará taxis pelas ruas da cidade.

Resumindo, Bratislava é encantadora! Então não deixe de adicionar essa pérola do leste europeu no seu roteiro pela região.

* Quando você faz uma reserva usando um link do blog, você apoia o meu trabalho sem pagar nada a mais por isso.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *