Polignano a Mare: dicas do que ver e fazer!

Polignano a Mare foi nosso lar durante nossa viagem de 10 dias pela Puglia. A cidade é super gostosa e não pode ficar de fora do seu roteiro, por isso vou escrever alguma sugestões do que ver e fazer por lá e se você ficar com qualquer duvida pode escrever nos comentários que eu respondo.

Chegamos a Itália de ferry vindo da Croácia, partimos de Dubrovnik e chegamos em Bari. Se você estiver viajando de avião chegará por Bari também, é a capital da região e onde fica o aeroporto internacional.

Nós fizemos toda a nossa viagem de carro, e já te adianto que é a melhor forma de conhecer a região. Uma boa notícia é que o sul da Itália é barato quando comparado ao norte do país, a gasolina estava cerca de €1,53L e não tem pedágios nas estradas. De Bari até Polignano a Mare são cerca de 36km e achamos a estrada ok.

Viajando de carro pela Itália

Outro ponto importante sobre viajar de carro na Itália é saber onde estacionar. Nas ruas você verá faixas de três cores:

  • brancas – pode estacionar,
  • azuis – pode estacionar, mas precisa pagar (aproximadamente 1,50 a hora) e
  • amarelas – não estacione! São para residentes.

Não estacione em lugar proibido, pois é multa certa e corre o risco de seu veículo ser guinchado. O valor da multa gira em torno de 42 euros, mas pagando antecipado tem desconto. Outro erro comum que resulta em multa é circular em zona de tráfico limitado, geralmente no perímetro do centro histórico das cidades. Sempre tem placa sinalizando onde começa a ZTL.

Caso você queira fazer um bate volta de Bari a Polignano a Mare, a passagem de trem é bem baratinha, cerca de €2,60, e na cidade você não precisará de carro. Então, se achar mais conveniente assim, nesse caso pode ser uma boa opção.

Polignano a Mare

Não é atoa que seja um dos destinos mais visitados na Puglia. Construída no alto de uma falésia com águas esmeraldas abaixo, a cidade é linda, fofa e um charme por si só. O que significa que Polignano a Mare não é daquelas cidades repletas de pontos turísticos imperdíveis e bem avaliados, é daquele tipo de destino que basta passear para se apaixonar. Um dia é suficiente para ver tudo por lá, mas se ficar mais dias com certeza não ficará entediado.

O que fazer:

Caminhar pelo Centro Histórico

Procure pela Porta Vecchia, uma linda construção medieval do tempo que a cidade era murada. Cruze o portão e passeie sem pressa. Você verá muitas lojinhas, principalmente das tradicionais cerâmicas pugliese, mas também de produtos variados, cafés e restaurantes.

Casas com portas coloridas e sacadas floridas chamarão sua atenção e se olhar atento verás poesias nas escadas e paredes da cidade. A maioria – senão todas – são obra do artista Guido Il Flâneur que desde 1984 enfeita as ruas do centro histórico de Polignano a Mare com suas poesias favoritas.

Visite a Piazza Vittorio Emanuele II, que é a praça principal, onde está a Igreja de Santa Maria Assunta. Aprecie a maravilhosa vista do Terrazza Santo Stefano e de outro terraço que fica atrás da Cappella Santo Stefano Diacono e Protomartire.

Outro ponto de Polignano a Mare com uma vista de arrancar suspiros é o Mirador al Bastión de Santo Stefano. Para chegar até ele você precisa atravessar a Ponte Borbonico que, à direita te presenteia com o cartão postal da cidade: a bela, e lotada, praiaLama Monachile. E à esquerda vestígios de uma antiga estrada romana, a Via Traiana.

Chegando ao mirante você será recebido de braços abertos porDomenico Modugno, cantor italiano que é mundialmente conhecido pela sua canção: Volare. Dali já se tem uma vista linda, mas acrescento que logo atrás da estátua de Modugno, você pode descer os degraus para curtir a cidade, com a brisa do Adriático, descansando na Pietra Piatta.

Por último, deixo como sugestão fazer um passeio a pé guiado para conhecer os principais pontos, curiosidades e a história de Polignano a Mare.

Navegar pelas grutas de Polignano a Mare

Uma experiência muito especial que tivemos na cidade foi o passeio de barco pelas grutas. São cerca de 70 grutas marinhas esculpidas pela água e pelo vento, mas a maioria não é permitido visitação. Vistamos 7 no passeio de barco, que dura cerca de 1h30, e em uma delas é possível mergulhar.

⇢ Se você tiver Instagram te convido a assistir um pouco desse passeio.

Além de apreciar a cidade por outro angulo e admirar a força da natureza e sua beleza, talvez essa seja sua melhor oportunidade de espiar aGrotta Palazzese, um restaurante sofisticado situado dentro de uma bela caverna. Pelo que pesquisei, uma refeição de 3 pratos custa cerca de €200 por pessoa, por motivos óbvios não comemos lá, rs.

Caso você tenha interesse em mimar-se com tal experiência, talvez fique animado em saber que Grotta Palazzese também é um hotel de luxo com vistas deslumbrantes do Mar Adriático.

Curtir as praias de Polignano a Mare

Caso você esteja viajando pela Puglia na época de calor, o que pode ser muito bom pois existem praias lindas na região, mas também pode ser puxado pois a região é beeem quente. Deixo aqui algumas sugestões de praias em Polignano a Mare que curtimos nos nossos dias relax na cidade.

A praia principal é a Lama Monachile, que é maravilhosa, sem dúvida. Contudo é sempre muito cheia, tanto por sua localização e beleza, mas principalmente pois o trecho de “areia” é muito pequeno. Explicando as aspas, te conto que as praias são todas de pedra. Então é fundamental que você compre sapatilhas aquáticas para não machucar o pé.

Um pouco mais afastado do centro tem a Cala Sala (Port’alga), uma prainha super tranquila. Outra bonita foi a Spiaggia di Ponte dei Lapilli. Se olhar no mapa verá que tem outras opções, mas essas foram as que conhecemos. Se você quiser praias de areia, uma opção bem pertinho é ir para Monópoli.

Hospedagem em Polignano a Mare

A nossa hospedagem foi perfeita para o que buscávamos. Tínhamos uma casa só para nós, com estacionamento, bicicletas e terraço. Não ficava no centro histórico, mas ficava a poucos minutos caminhando. Pesquisei outras hospedagens para deixar como sugestão, todas muito bem avaliadas:

Seguro Viagem: Europa
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 27/dia*
Affinity 60 Europa Promocional Affinity 60 Europa Promocional Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 800 (SUPLEMENTAR) R$ 19/dia*

* Quando você faz uma reserva usando um link do blog, você apoia o meu trabalho sem pagar nada a mais por isso.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *